Reflexões acerca das políticas públicas no enfrentamento a obesidade no Brasil

Andreia Mendes dos Santos, Patricia Teresinha Scherer

Resumo


A obesidade configura-se como um grave problema social no mundo. Discutir a temática é fundamental para o enfrentamento desta questão social. A obesidade é uma doença com severas consequências na saúde da população, além de desencadear impactos e rebatimentos na vida dos sujeitos. O presente artigo traz reflexões para subsidiar a discussão da necessidade de políticas públicas em relação à questão do peso. Apresenta-se ações adotadas em relação a doenças similares como o alcoolismo e o tabagismo e propõe-se a necessidade do enfrentamento da desnutrição para além da questão da fome, mas na necessidade da prevenção e do enfrentamento desta realidade social. Trata-se de um ensaio de revisão teórica, que contribui na discussão de Dissertação de Mestrado em Serviço Social. As principais categorias apresentadas são: obesidade, políticas publicas, direitos sociais e cidadania. Conclui-se que o conceito de cidadania aliado ao conceito de consumo precisa ser questionado, assim como o conceito de cidadania aliado às políticas públicas. Fazem-se necessários hoje, mecanismos que orientem o protagonismo popular a fim de romper com a cultura assistencialista, construindo a cultura do direito.

Palavras-chave


obesidade; políticas públicas; saúde; Brasil

Texto completo: Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)