QUALIDADE DAS ESTATÍSTICAS ORIGINADAS DOS REGISTROS ESCOLARES: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO NO BAIRRO FRAGATA, NA CIDADE DE PELOTAS/RS

Alceu Ravanello Ferraro, Edson Luís Beckenkamp Vargas, Nádia Christina Ferreira Machado

Resumo


Vem de longa data a insatisfação no Brasil em relação às estatísticas oriundas de registros escolares. O presente estudo analisa o problema da múltipla matrícula, com base em informações coletadas diretamente dos registros escolares de primeiras séries do ensino fundamental de 14 escolas, municipais e estaduais, situadas no Bairro Fragata, na cidade de Pelotas/RS. De um total de 1.280 registros correspondem de fato a apenas 1226 sujeitos. A depuração da múltipla contagem resultou na redução da taxa real de evasão (7,2% para 5,1%), em pequeno aumento na taxa de reprovação (de 19,7% para 20,3%) e num aumento substancial da taxa de aprovação (de 66,5% para 69,4%), contrariando a tese de que as taxas de evasão estariam maquiando a reprovação. A extensão da pesquisa a toda a Cidade de Pelotas poderá revelar que o problema provavelmente é mais grave do que o apurado num bairro.

Palavras-chave


Estatísticas da Educação; registros escolares; múltipla matrícula

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)