A prática de estágio em Serviço Social na área da saúde: socializando experiências

Ivone Maria Ferreira da Silva, Jaime Hillesheim, Aparecida de Castro Soares

Resumo


O contato com o exercício profissional na graduação é um dos momentos fundamentais da formação acadêmica dos/as Assistentes Sociais e ocorre por ocasião do estágio, ainda que este não seja o momento exclusivo do ensino da prática. Nesse momento articula-se teoria e prática, conhecem-se os espaços sócio-ocupacionais, o público alvo das ações profissionais, as políticas sociais com suas possibilidades e, principalmente, seus desafios e os poderes institucionais. Para os/as estudantes o estágio se configura num momento de profundas e importantes reflexões sobre a profissão. As atividades desenvolvidas no estágio estão diretamente ligadas às expectativas profissionais, sendo satisfatórias ou não para os futuros profissionais em Serviço Social. Assim, por meio desse trabalho pretendemos realizar algumas reflexões sobre esse momento especial da formação, apresentando a experiência de estágio em Comunidades localizadas na cidade de Cuiabá/MT e no Hospital Universitário Júlio Muller – HUJM, vinculado à Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT. Tomamos como parâmetro para tais reflexões a questão da Educação Popular em Saúde, Controle Social e Práticas Institucionalizadas.


Palavras-chave


Serviço social; formação acadêmica; saúde

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)