Serviço Social: tendências prático-políticas no contexto de desmonte do SUS

Tânia Regina Krüger

Resumo


O objtivo do texto é identificar e refletir sobre as implicações para a prática do Serviço Social na saúde provocadas pelo desmonte e desconstitucionalização que atinge o Sistema Único de Saúde brasileiro. A produção do texto é de natureza descritiva e exploratória, foi desenvolvida por meio de estudos de revisão bibliográfica, documental e sistematização de experiências oriundas de diferentes vivências políticas e acadêmico-profissionais do trabalho do serviço social na saúde. O texto apresenta itens com reflexões sobre o Serviço Social na saúde antes do SUS, caracterizando suas práticas essencialmente vinculadas a prática médica e educação sanitária. O Serviço Social na saúde depois do SUS ampliou os espaços de trabalho nos serviços públicos e suas práticas ganharam um caráter mais garantia de direito social. No perído após 2016 com a desconstitucionalização progressiva do SUS a tendencia é a ampliação de demandas sócioassistenciais e emergenciais, com caráter tecnicista e despolitizador.


Palavras-chave


serviço social, saúde, prática profissional

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)