A linha tênue do cuidado: prospecções da responsabilização

Analú dos Santos Lopes, Michelly Laurita Wiese

Resumo


Este artigo se propõe apresentar uma prospecção das repercussões do cuidado na família de usuários que se encontram em um serviço de alta complexidade do Hospital Universitário XXX, no ano de 2016. A discussão parte do marco histórico da contrarreforma do Estado, que reforça o modelo pluralismo de bem-estar social, alicerçado pelo trinômio Estado, mercado e sociedade. O estudo é qualitativo, com caráter exploratório e análise de conteúdo é determinado pelo materialismo histórico dialético. A pesquisa de campo teve aplicação de entrevista semiestruturada para famílias de usuários que se encontravam em pós-operatório. Os resultados apontam para um serviço alicerçado na orientação político-estrutural, com centralidade na família.

Palavras-chave


Estado; Familismo; Saúde; Cuidado.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)