Acesso ao Microcrédito: Uma Análise do Cartão C3 na ótica da Nova Sociologia Econômica

Reinaldo Antônio Bastos FIlho, Rafael Guimarães Farias, Alair Ferreira de Freitas, Alan Ferreira de Freitas

Resumo


O presente artigo tem por objetivo analisar o Cartão C3 do ponto de vista da Nova Sociologia Econômica (NSE) enquanto teoria, buscando assim, entender e explicar os mecanismos subjacentes para operacionalização do mesmo no município de Viçosa (MG). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) essa região é uma das mais pobres e menos desenvolvida do estado de Minas Gerais. Adotou-se nesse estudo uma estratégia de pesquisa que realizou um diálogo entre a NSE e acesso ao microcrédito em confronto com a realidade local observada. De forma conclusiva, demonstra-se que a confiança que intermedeia as relações de troca entre moradores e comerciante, bem como a existência ou formação de uma rede forte entre tais indivíduos resultou na emergência de uma capital social muito consistente capaz de criar um mercado que possibilita acesso a bens que de outra forma seria difícil de acontecer.

Palavras-chave


Microcrédito, Nova Sociologia Econômica, Cartão C3.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)