Uso do Cadastro Único para Programas Sociais como ferramenta para subsidiar processos de avaliação na política de Assistência Social

Vinicius Cesca de Lima

Resumo


O artigo apresenta uma experiência de utilização do Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal como ferramenta para subsidiar os processos de avaliação de efeitos (resultados e/ou impactos) na política de Assistência Social, desenvolvida no âmbito da função de Vigilância Socioassistencial. São descritos os procedimentos utilizados na construção de um painel de indicadores para monitorar longitudinalmente a evolução de condições de renda, trabalho, habitação, segurança alimentar e educação das famílias usuárias da assistência social. Para exemplificar sua utilização, analisam-se cada um dos indicadores produzidos a partir da realidade do município em que foi desenvolvida a experiência. Por fim, analisamos as limitações e as vantagens da utilização destes procedimentos em processos avaliativos.


Palavras-chave


assistência social; avaliação; vigilância socioassistencial; cadastro único; indicadores sociais

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)