Coisa Epistêmica e Corporificação

Hans-Jörg Rheinberger

Resumo


O artigo trata de como coisas epistêmicas, que estão no centro de sistemas experimentais típicos das ciências empíricas dos séculos XIX e XX, desenvolvem-se através de corporificações de conceitos, constituindo amálgamas de matéria e signo. O autor refere trabalhos seus anteriores, e autores como Gaston Bachelard e Michel Serres. A discussão é pontuada pela análise de diferentes etapas e reviravoltas na história da pesquisa experimental sobre genes ao longo do séc.XX.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.