“Você é muçulmana, você fez isso”: a representação do outro no discurso estereotipado

Antonio Eliseu Lemos Leal Sena, Diógenes Cândido de Lima

Resumo


O objetivo deste artigo é retomar o tema estereótipos do ponto de vista da educação, baseado em alguns conceitos formulados pelo estudioso russo Mikhail Bakhtin, dentre eles o de dialogismo e a relação entre o eu e o outro na contínua construção e reconstrução da identidade. Para compreendermos um pouco essas formações imaginárias e a efetiva aplicação dos conceitos bakhtinianos supracitados, tomaremos como objeto de análise a introdução de um artigo de Wingfield e Karaman (1995) denominado Arabic Stereotypes and American Educators. Esse texto nos permite analisar como os estereótipos são criados, repassados e como se insere o dialogismo e a relação entre o eu e o outro para a construção da identidade.

Palavras-chave


Estereótipos; dialogismo; o eu e o outro.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.