A(s) identidade(s) do professor de língua portuguesa em conflito: entre o discurso de futuros professores e os documentos oficiais

Luciana C. Ferreira Dias Di Raimo, Ana Paula Peron

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar e discutir as representações em um grupo de futuros professores em termos de posições sobre ensino e aprendizagem da língua portuguesa em comparação com um documento oficial, neste caso, as Diretrizes Curriculares do Estado do Paraná. Com base nos conceitos da Análise do Discurso, propomos confrontar os depoimentos pessoais escritos com o documento a fim de identificar, a partir da materialidade linguística, como os elementos envolvidos na constituição de um imaginário da língua portuguesa e seu ensino estão em conexão com as bases do documento oficial. Com o foco nas imagens sobre a língua portuguesa e as práticas de ensino-aprendizagem, consideramos que o sujeito e os sentidos são social e historicamente constituídos em processos discursivos.  Nos gestos de comparação entre as Diretrizes e o discurso dos futuros professores, assinalamos uma identidade do vazio que se constitui pela falta do conhecimento na língua materna e a projeção de uma almejada completude na língua a partir de muito esforço e dedicação.

Palavras-chave


Identidade do futuro professor; Análise do Discurso; Diretrizes Curriculares do Paraná; língua portuguesa

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.