Ensino de culturas estrangeiras em escolas brasileiras: um olhar sobre o discurso da mídia

Cristiane Carvalho de Paula Brito, Maria de Fátima Fonseca Guilherme

Resumo


Este trabalho objetiva, no entremeio da Linguística Aplicada, da Análise do Discurso Francesa e da Análise Dialógica do Discurso, investigar como se constituem os discursos que circulam na mídia acerca do ensino de culturas estrangeiras em escolas públicas brasileiras. Para tanto, tomamos como corpus um artigo veiculado na internet, em que buscamos compreender os efeitos de sentido que são produzidos sobre o conceito de língua, cultura e ensino; as representações discursivas construídas sobre sujeitos brasileiros e estrangeiros; e as implicações desse discurso midiático para o ensino de línguas e a formação de professores. A partir de nosso gesto interpretativo, foi possível observar que os dizeres acerca do ensino de culturas estrangeiras se sustentam no discurso da inovação, no da interação e no da globalização, produzindo, consequentemente, efeitos de silenciamento da cultura e dos sujeitos brasileiros, bem como o apagamento do caráter tenso que marca o encontro-confronto com o(s) outro(s).

Palavras-chave


Linguística Aplicada. Análise do Discurso. Ensino de cultura. Representações discursivas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.