Formação de professores: leitura e construção de identidade

Nilsa Brito Ribeiro

Resumo


O trabalho tem como objetivo analisar processos identitários de professores do campo em formação. Interessa-nos analisar nos discursos desses professores, sentidos vinculados aos saberes da formação universitária, no que se refere a objetos teórico-práticos pertinentes ao trabalho com a linguagem na escola. Relatos de estágio produzidos por esses professores, durante a formação inicial, constituem o material de análise. Na leitura dos dados, os processos identitários são flagrados nos discursos dos educadores como múltiplas representações, tais como negações do outro, motivadas pela recusa a certas práticas educativas nas escolas do campo identificadas como indesejáveis; identificamos também procedimentos discursivos que produzem efeito de alinhamento a uma identidade projetada a partir de traços referidos como o que supostamente se esperaria de um dos demais professores que atuam no campo.

Palavras-chave


Formação. Leitura. Ensino. Identidade. Campo

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.