Leitura da literatura infantil como possibilidade de multiletramento

Flávia Brocchetto Ramos, Neiva Senaide Petry Panozzo

Resumo


O projeto de pesquisa “Educação, linguagem e práticas leitoras II” abrange a leitura de diferentes produtos culturais contemporâneos destinados à infância. Trata-se de um desdobramento de questões evidenciadas em virtude dos processos de hibridização de linguagem. Entre as ações desta pesquisa está a análise de livros de literatura infantil, visando à identificação e à caracterização de apelos verbo-visuais empregados na sua constituição e que mobilizam o leitor. Este artigo investiga a constituição da uma narrativa verbo-visual, por meio de um estudo descritivo-analítico realizado em pesquisa acadêmica, para identificar possíveis processos de significação a serem concretizados pelo leitor. A análise considera as ilustrações e as palavras como indícios para a produção de sentido e como possibilidade de interpretação. Os sentidos da narrativa emergem do jogo entre linguagens que se integram, e a obra em estudo, como narrativa híbrida, revela uma proposta de literatura de cunho emancipatório.

Palavras-chave


Narrativa verbo-visual. Literatura infantil. Leitura. Ilustração. Hibridismo

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.