Referenciação e orientação argumentativa em uma matéria jornalística

Vidomar Silva Filho, Rosângela Hammes Rodrigues

Resumo


Este trabalho examina as expressões nominais definidas usadas para (re)construir o objeto‑de-discurso Plínio de Arruda Sampaio em uma matéria jornalística. Objetiva-se analisar como as expressões nominais definidas, ao recategorizar o objeto‑de‑discurso, contribuem para a construção de sua orientação argumentativa. Inicialmente, breve revisão teórica busca distinguir a perspectiva da referenciação da noção clássica de referência e relacionar referenciação e orientação argumentativa. Depois, levantam-se no texto as expressões nominais definidas utilizadas para (re)construir o objeto-de-discurso considerado. Analisam-se, então, essas expressões, considerando a orientação axiológica dos elementos adjetivos ligados aos núcleos nominais e os próprios núcleos, e investiga-se como o uso dessas expressões contribui para realização do projeto‑de-dizer do autor. Por fim, discutem-se possíveis intencionalidades do autor na construção do objeto-de-discurso. As expressões nominais definidas contribuem para a construção de Sampaio como um velho com postura irreverente e agressiva, incoerente, inconsistente e pouco confiável.

Palavras-chave


Referenciação; expressões nominais definidas; objeto-de-discurso

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.