Educação linguística e ensino de gramática na educação básica

Eloisa Pilati, Rozana Reigota Naves, Helena Guerra Vicente, Heloisa Salles

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir a questão do estudo gramatical na educação básica, tomando-se como referência os pressupostos da linguística moderna.  Para tanto, propõe-se uma metodologia baseada em projetos, que privilegia a formulação de hipóteses e o raciocínio inferencial sobre dados linguísticos, tendo-se como pressupostos, por um lado, a capacidade do educando de ler, interpretar e produzir enunciados e, por outro, a natureza inata do conhecimento linguístico. O artigo aborda três aspectos específicos do ensino de língua portuguesa – transitividade, regência verbal, e ordem de palavras –, mostrando questões com que os professores deparam ao utilizar a norma e a nomenclatura tradicionais e buscando apresentar uma proposta alternativa de trabalho pedagógico com a gramática, pautado no conceito de competência linguística.

Palavras-chave


Educação linguística; competência linguística; ensino de gramática; conhecimento gramatical

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.