Learner rights and language teaching

Hector Hammerly

Resumo


Baseado, em parte, nas propostas de outros pesquisadores, este trabalho debate a questão das necessidades e direitos dos alunos à aprendizagem de uma língua estrangeira. Esses direitos são vistos como inerentes ao ser humano e incluem cinco categorias: (1) direito a uma escolha curricular (incluindo o direito de escolhar uma língua ou determinadas habilidades de uma língua); (2) direito às condições que levam ao sucesso (incluindo professores e programas qualificados); (3) direito a ser assistido durante o curso (incluindo orientação sistemática, avaliação adequada e acesso a recursos lingüísticos); (4) direito a um ensino equilibrado e esclarecido (baseado num ecleticismo inteligente); (5) e direito à continuidade para a manutenção da língua (evitando interrupções nos estudos).


Palavras-chave


direitos do aluno, direitos lingüísticos, línguas estrangeiras, formação de professores, autonomia

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.