As vozes e os efeitos de sentido da “prática” no discurso de professoras sobre sua formação

Maria Bernadete Fernandes de Oliveira

Resumo


Desvendar a concepção de prática pedagógica e o conhecimento necessário à sua realização nas manifestações discursivas de professores constitui o objeto de investigação deste trabalho. Apoiamonos na teoria da enunciação, em sua vertente bakhtiniana, e na Escola Francesa de Análise do Discurso. Foram analisados relatos de experiências, do tipo memorial, produzidos por professoras licenciadas para o ensino de Primeiro Grau. A análise documental revela que a voz dominante nos discursos é aquela que atribui ao conhecimento da situação extra-escolar dos alunos uma importância relevante para uma prática pedagógica adequada. Evidencia-se também que a “voz” do conhecimento específico sobre as disciplinas que ministram é silenciada, ou pelo menos esquecida.


Palavras-chave


discurso; formação de professores; prática pedagógica

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.