Cinismo e ato falho no discurso político-midiático

Aracy Graça Ernst

Resumo


Diante do quadro nefasto da política brasileira, coloca-se o desafio de descrever e interpretar enunciados político-midiáticos que circulam na sociedade com vistas à compreensão de seu modo próprio de dizer em que a falsificação da palavra − com a consequente sonegação ou alijamento da verdade − através do cinismo, desvela-se no ato falho. Parto, portanto, da premissa de que o dizer político-midiático, em sua forma cínica atual, caracteriza-se pelo "mentir sob o disfarce da verdade" (ŽIŽEK, 1996, p. 14) que, no entanto, mediante a substituição, desvio, inversão ou omissão de significantes, processos característicos do ato falho em que o inconsciente realiza uma fratura no dizer, produz-se discursivamente, de forma inesperada e aparentemente estranha, aquilo que se desejaria esconder.

Palavras-chave


Discurso; Ato falho; Cinismo; Mídia; Política.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.