Semiótica sincrética: breve análise da biografia em quadrinhos de Machado de Assis produzida por alunos do ensino fundamental

Marion Rodrigues Dariz, Tanier Botelho dos Santo, Fabiane Villela Marroni

Resumo


Inúmeros textos que norteiam a Educação Básica têm defendido o trabalho com diferentes gêneros textuais. Cobrados em avaliações nacionais de larga escala, constituem-se em diferentes sistemas semióticos visuais e verbo-visuais e surgem como propostas progressistas com oobjetivo de auxiliar os alunos a desenvolverem habilidades e competências para a prática leitora. Pensando na razão pela qual nossos alunos não se sentem afetados pelo ato de leitura e produção textual oferecido pela escola é que desenvolvemos com estudantes da 8ª série do Ensino Fundamental (atual 9º ano), de uma escola pública municipal de Pelotas, um trabalho de tradução do texto biográfico em prosa para história em quadrinhos (HQ), a fim de observar os efeitos de sentido gerados a partir de tal elaboração. Com objeto de estudo em mãos – duas dessas “traduções intersemióticas” – nosso objetivo neste artigo é fazer uma análise com base nos pressupostos teórico-metodológicos da Semiótica Discursiva de A. J. Greimas e seus colaboradores (BARROS,2011; FIORIN, 2013; FLOCH, 1985; OLIVEIRA, 2009; TEIXEIRA, 2010), uma metodologia que se encarrega de analisar o sentido do texto e, também, uma teoria que procura investigar diferentes linguagens e conhecer a maneira pela qual o sentido do texto é construído.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.