Violência e política no Brasil: um olhar sobre o discurso intolerante na mídia digital

Janaina Cardoso Brum

Resumo


O discurso de ódio vem tomando lugar de destaque nas discussões políticas do Brasil. No presente trabalho, apresentamos uma definição discursiva da prática discursiva da intolerância. Entendemos que essa prática dá-se não só na relação entre sujeitos, mas como sistemática, pois decorre também da estrutura político-econômica. Apesar de haver um número considerável de estudos sobre discurso de ódio em relação a “minorias”, como gênero e raça, verificamos o pouco número de trabalhos que tratem especificamente de práticas discursivas de intolerância política. A emergência de um discurso intolerante propriamente político parece-nos sintomática do acirramento político dissimulado sob a aparência da não-política, da não-ideologia, ao mesmo tempo em que figura como sua sustentação discursiva. Sob as bases teóricas da Análise de Discurso pêcheuxtiana, investigamos a repercussão de cursos sobre o golpe de 2016 – o impeachment da presidenta Dilma Rousseff – no site G1.

Palavras-chave


Discurso de ódio; Intolerância Política; Violência; Mídia.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.