A teoria, o livro didático e o professor: uma análise da implementação de tarefas orais em LE

Raquel Carolina Souza Ferraz D'Ely, Mailce Borges Mota

Resumo


Este artigo investiga a implementação de atividades orais em inglês como língua estrangeira e tem como foco a relação entre conceitos teóricos apresentados na literatura sobre aprendizagem de LE, o livro didático adotado e o professor em ação. Os dados foram coletados através de observação de sala de aula e entrevista com o professor participante do estudo. A análise qualitativa dos resultados indica que a expressão oral, em contraposição às outras habilidades, não é tratada de maneira específica, sendo usada como um instrumento geral para alcançar diferentes objetivos. Com relação à implementação das atividades orais, quatro aspectos foram observados como prática didática: (1) explicações, (2) questionamentos, (3) interação aluno-aluno e (4) apresentações orais. A apresentação oral feita pelos alunos é o momento que gera o desempenho mais fluente, complexo e gramaticalmente adequado. O artigo faz sugestões com relação a otimizar o desenvolvimento da capacidade de expressão oral em LE.


Palavras-chave


atividades orais, habilidade oral, professor, livro didático

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.