Cartas de pedido de conselho: da descrição de uma prática de linguagem a um objeto de ensino

Vera Lúcia Lopes Cristóvão, Adja Balbino de Amorim Barbieri Durão, Elvira Lopes Nascimento, Simone Aparecida Malvar dos Santos

Resumo


Nosso trabalho apóia-se nas concepções didáticas do interacionismo sócio-discursivo, defendendo a construção de modelos didáticos de gêneros para fornecer aos professores de LE e de LM subsídios para elaborarem e/ou adaptarem atividades didáticas demonstrando, assim, que eles possibilitam avaliar a pertinência dos conteúdos e as capacidades de linguagem que podem ser desenvolvidas pelos alunos. Para a construção do modelo didático de gênero são necessárias uma análise do contexto de ensino e das capacidades de linguagem dos alunos, uma revisão dos conhecimentos dos experts e uma análise de um corpus de textos daquele gênero. Este trabalho apresenta em seus resultados a descrição do modelo didático do gênero carta de pedido de conselho.


Palavras-chave


gênero textual, língua estrangeira e língua materna

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.