Discursivizações sobre crenças no ensino e na aprendizagem de Língua Inglesa em um artigo acadêmico-científico

Pauliana Duarte Oliveira, Ernesto Sérgio Bertoldo

Resumo


Este artigo objetiva investigar as análises de um articulista sobre crenças acerca do ensino e aprendizagem de Inglês em um artigo científico.  A pergunta de pesquisa procurou responder qual funcionamento discursivo sustenta tais análises e quais os efeitos de sentido que decorrem desse funcionamento. Norteamo-nos pela seguinte hipótese: embora as análises do articulista se propusessem a identificar e/ou analisar as crenças do informante, indiciou-se que o articulista acabava por referendar as crenças. Isso, consequentemente, poderia apontar para uma possível constituição do articulista pelas mesmas crenças. O trabalho fundamentou-se na Análise de Discurso francesa. O corpus foi constituído por análises de um articulista sobre crenças e ensino e aprendizagem de Inglês. Pudemos verificar que, geralmente, o articulista também se constitui pelas mesmas crenças do informante. As análises apontaram para um funcionamento discursivo caracterizado como uma discursivização circular das crenças, pois, a discussão parece girar em torno dela mesma, dificultando a promoção de deslocamentos.


Palavras-chave


Crenças. Ensino. Aprendizagem. Inglês. Funcionamento discursivo.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.