Formações discursivas polêmicas nos bastidores dos debates sobre educação

Francisco Carlos Fogaça

Resumo


Este trabalho discute as formações discursivas de dois enunciadores em dois artigos de opinião, publicados em um jornal, sobre questões relacionadas à educação. Este trabalho apóia-se em alguns conceitos da Análise do Discurso de linha francesa, em autores como Pêcheux, Orlandi e Foucault, abordando questões como discurso, formação ideológica, formação discursiva, interdiscurso, intertexto, paráfrase e polissemia. Discute também como são construídos os efeitos de sentido nos referidos artigos, por meio de recursos como a adjetivação e a modalização. Os textos são considerados sob a perspectiva dos gêneros do discurso de Bakhtin, e de seus seguidores Bronckart e Marcuschi, situando-os dentro do gênero artigo de opinião. Enquanto um dos enunciadores fala do lugar de sociólogo crítico em relação aos caminhos tomados pela educação e sua relação com a mídia, o outro apresenta um discurso institucional, que pretende ser técnico, mas que defende os interesses dos empresários ligados ao negócio da educação.


Palavras-chave


formação ideológica; formação discursiva; interdiscurso; gêneros do discurso; educação

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.