O português não-padrão em livros didáticos: posições discursivas

Maria Inês Pagliarini Cox, Sonia Renata Rodrigues

Resumo


Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa de arquivo que teve por objetivo investigar os gestos de interpretação de dois livros didáticos de Língua Portuguesa destinados ao Ensino Médio no que concerne a usos linguísticos outros que não os da norma-padrão. Os dados foram coletados através de recortes de enunciados presentes nessas obras. O estudo teve como base teórica a Análise de Discurso francesa, sob a perspectiva de Dominique Maingueneau. Numa das obras, o Mesmo é o discurso gramatical que mantém uma espécie de namoro infiel com o Outro, o discurso linguístico. Na outra, o Mesmo é o discurso linguístico, enredado numa espécie de separação litigiosa do Outro, o discurso gramatical.

Palavras-chave


Heterogeneidade linguística; livro didático; ensino de língua portuguesa; interdiscurso; polêmica

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.