Práticas discursivas político-ideológicas no Facebook: um estudo de emergência genérica

Vicente de Lima-Neto, Kennedy Cabral Nobre

Resumo


Com mais de um bilhão de pessoas cadastradas, é natural que variadas práticas discursivas ali sejam construídas, e o espaço seja um berço para novos gêneros. Este artigo tem como objetivo investigar como determinados textos que se materializam no Facebook e circulam no discurso político-ideológico estão caminhando para mais um caso de emergênia genérica em sites de redes sociais. Para atingir este objetivo, apoiados no conceito de gênero de Miller (2009 [1984]), analisamos um corpus de 25 postagens no Facebook à luz dos critérios que marcam o discurso político (CHARAUDEAU, 2006). Como resultados preliminares, apontamos que os textos de cunho político-ideológicos do Facebook apresentam alguns elementos que levam a um caso de emergência genérica, como a não nomeação do gênero, a recorrência de padrões formais e conteudísticos e o acabamento.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.