Perífrases [V1 (E) V2] em gêneros escritos: propostas para um ensino de gramática baseado no texto

Maria Alice Tavares

Resumo


À luz do referencial teórico do funcionalismo norte-americano, trato da perífrase [V1 (E) V2], em que V1 é o verbo auxiliar gramatical e V2 é o verbo principal lexical. Nesse tipo de perífrase, V1 é um verbo como IR, CHEGAR, PEGAR, que, prototipicamente, adiciona um traço de repentino e/ou surpreendente ao evento denotado por V2. Utilizando dados provenientes de fontes diversas, analiso o grau de disseminação da perífrase [V1 (E) V2] no português brasileiro contemporâneo escrito. Verifico que essa perífrase aparece em diferentes gêneros de discurso escrito, especialmente naqueles que permitem a manifestação de estilos informais. Todavia, aponto que a perífrase sob estudo aparece também em gêneros escritos formais. Além disso, apresento algumas sugestões a respeito de como abordar a perífrase [V1 (E) V2] em salas de aula de níveis fundamental e médio, defendendo que a análise de qualquer aspecto da gramática deve ser feita com base em textos de diferentes gêneros orais e escritos.

Palavras-chave


perífrase [V1 (E) V2]; gênero de discurso escrito; funcionalismo

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.