A relação entre planejamento pré-tarefa, memória de trabalho e desempenho oral em L2: um estudo piloto

Maria da Glória Guará Tavares

Resumo


O presente estudo piloto teve como objetivo investigar a relação entre planejamento pré-tarefa (Skehan, 1996, 1998), memória de trabalho e desempenho oral em L2. Os participantes foram 25 aprendizes de inglês como L2 os quais desempenharam duas tarefas orais. Os resultados indicam que (1) o planejamento leva a ganhos em fluência e acurácia da produção oral, mas não leva a ganhos em complexidade, (2) não há correlações significativas entre desempenho oral e memória de trabalho na primeira tarefa dos grupos controle e experimental (sem planejamento), (3) há correlações significativas entre desempenho oral e memória de trabalho na segunda tarefa dos grupos controle (sem planejamento) e experimental (com planejamento). Portanto, os resultados não são conclusivos e apontam para uma complexa relação entre planejamento pré-tarefa, memória de trabalho e desempenho oral. Os resultados são discutidos com base na proposta de Fortkamp (2000), segundo a qual a produção oral em L2 é uma tarefa que demanda controle da atenção por parte dos aprendizes (Engle; Kane; Tuholsky, 1999).

Palavras-chave


memória de trabalho; planejamento; desempenho oral

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.