Reescrita textual: um estudo das operações linguísticas em textos de professores em formação

Rute Izabel Simões Conceição

Resumo


Neste artigo apresentamos um estudo comparativo das operações linguísticas realizadas na primeira versão e na reescrita de relatórios de estágio de alunos do último ano do Curso de Letras, habilitação Português/Literatura de uma universidade federal. Ancorados nos pressupostos de Vázques (1977) sobre a filosofia da práxis e na literatura que trata do processo de escrita e de reescrita textual, realizamos a análise contrastiva tanto em relatórios de estágio que atingiram os objetivos propostos quanto naqueles que não atingiram. Os resultados evidenciam a existência de conflitos entre embasamento teórico e capacidade de reflexão sobre a prática de sala de aula à luz das teorias estudadas. Evidenciam também a importância do aluno-autor se colocar na posição de leitor de si mesmo e do professor orientador na posição de leitor interessado em investigar como os alunos constroem sua escrita e suas reflexões teórico-práticas.

Palavras-chave


Reescrita textual; operações linguísticas; prática reflexiva; relatórios de estágio; formação de professores

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.